Alimentos naturais ou industrializados: qual a diferença?

Os alimentos naturais são aqueles que foram produzidos a partir de ingredientes naturais, sem adição de substâncias químicas. Já os industrializados são aqueles que passaram por um processo de fabricação e/ou conservação, onde são adicionados diversos tipos de substâncias químicas.

A diferença entre os dois tipos de alimento é bastante evidente. Os alimentos naturais são mais saudáveis, pois não contêm substâncias químicas que podem causar danos à saúde. Além disso, os alimentos naturais costumam ser mais frescos e saborosos. Já os industrializados são mais baratos e práticos, mas costumam ser menos saudáveis e menos saborosos.

Alimentos in natura

A escolha mais saudável na montagem do cardápio. São aqueles obtidos diretamente de plantas ou de animais para o consumo sem que tenham sofrido qualquer alteração. Entram nesta categoria folhas, frutas, verduras, legumes, ovos, carnes e peixes.

Alimentos processados

Esses alimentos são produtos derivados diretamente de alimentos in natura e são reconhecidos como uma outra versão do alimento original. Normalmente, eles são inseridos na refeição como uma parte ou um acompanhamento dos pratos culinários que utilizam como base alimentos processados.

Alimentos ultraprocessados

Os alimentos ultraprocessados são composições de substâncias derivadas de alimentos que contêm pouca ou nenhuma porção daquela comida. Com intuito comercial, são combinados açúcar, sal, gorduras aos aditivos sintetizados em laboratório – como emulsificadores, corantes artificiais e aromatizantes.

Quais são as principais diferenças entre os dois tipos de alimentos?

Os alimentos naturais devem ser priorizados e os processados devem ser consumidos com moderação. Já os ultraprocessados devem ser evitados. É importante destacar que alguns alimentos in natura podem passar por alguns processos que não alteram ou mudam muito pouco suas caraterísticas físicas e nutricionais. Nesse caso, eles são considerados alimentos minimamente processados, a exemplo das carnes congeladas e do leite pasteurizado. Alguns processos que transformam os alimentos in natura em minimamente processados são:

  • Pasteurização;
  • Lavagem;
  • Remoção de partes não comestíveis e indesejáveis;
  • Moagem e secagem;
  • Refrigeração ou congelamento;
  • Fermentação.

Alimentos industrializados, tanto os alimentos processados quanto os alimentos ultraprocessados podem causar problemas de saúde se consumidos em excesso. Isso porque, no processo de industrialização, o alimento natural recebe grandes quantidades de sal e açúcar, o que afeta seu valor nutricional e aumenta muito seu valor calórico.

Os malefícios dos alimentos industrializados para a saúde.

Outra diferença entre alimentos naturais e industrializados, é que no caso dos alimentos ultraprocessados, eles podem comprometer os mecanismos que sinalizam a saciedade e controlam o apetite. Isso favorece o consumo excessivo de calorias e contribui para a obesidade. Entre os atributos dos alimentos ultraprocessados estão:

Hipersabor - uma grande diferença entre alimentos naturais e industrializados, especialmente os ultraprocessados, é que eles são formulados para que sejam extremamente saborosos. Isso induz a um hábito alimentar ruim e, às vezes, dependência.

Tamanhos gigantes - por seu custo baixo de produção, esses alimentos são comercializados em embalagens enormes, o que pode levar a um consumo involuntário.

Os alimentos industrializados estão cada vez mais presentes na mesa dos brasileiros, seja pela conveniência ou pela maior disponibilidade. No entanto, é importante saber a diferença entre estes tipos de alimentos e optar sempre por aqueles que são mais naturais. Os alimentos industrializados passam por processos de fabricação que alteram suas propriedades nutricionais, enquanto os alimentos naturais preservam todos os seus benefícios para a saúde.